FORD MUSTANG DEVE SER VENDIDO OFICIALMENTE NO BRASIL

Nova geração do esportivo será mundial pela primeira vez e deverá ser importada a partir de 2015

por JULIO CABRAL

A-A+
14/10/2013 15h32 – atualizado às 15h34 em 14/10/2013
Ford Mustang 2014 (Foto: Ford)

O Ford Mustang é um hit entre os importadores independentes. O esportivo americano faz sucesso pelo seu estilo, desempenho e também pelo fato de ser importado por um preço mais camarada do que o rival Chevrolet Camaro, trazido oficialmente pela General Motors. Mas a Ford planeja tomar conta desse mercado. A nova geração do modelo surgirá no ano que vem, porém já está sendo cotada para o mercado brasileiro.

SAIBA MAIS

Curiosamente, a importação já é estimulada pela matriz, que vai transformar o Mustang em um produto mundial a exemplo dos novos Focus e Fiesta. Se a matriz já deu o “ok”, basta o Brasil assinar embaixo para voltarmos a ter a opção de comprar o esportivo oficialmente. A importadora Forest Trade de São Paulo chegou a trazer os Mustang para o país, mas o acordo de importação oficial diz respeito aos modelos modificados pela Shelby.

Para a Ford brasileira, havia um impedimento em relação ao custo de homologação do produto norte-americano, que exigiria adaptações grandes para um carro de pequena escala. O mercado dos Estados Unidos tem particularidades de legislação (piscas e outros detalhes) que teriam que mudar no Brasil. Como o novo Mustang será adaptado à legislação europeia (semelhante ao aplicado no nosso país), ficará menos caro adaptá-lo ao Brasil.

A adaptação também será facilitada pela nova motorização de entrada, o já conhecido 2.0 EcoBoost de quatro cilindros usado no Fusion. É o retorno dos quatro cilindros ao modelo. Além dele, serão oferecidos os mesmos V6 3.7 e V8 5.0 da geração atual. O novo Mustang será lançado na segunda metade do ano que vem, bem a tempo de comemorar os 50 anos de produção do modelo. Por aqui, deve desembarcar somente em 2015.

Anúncios