Lançamento do Jeep Cherokee está atrasado

Problemas relacionados à programação do câmbio atrapalham chegada do modelo ao mercado

inCompartilhar

emailprint

Rodrigo Lara
 - Jeep/Divulgação
Jeep/Divulgação

Quando a Chrysler anunciou a nova geração do Jeep Cherokee, fãs do carro torceram o nariz para o visual, com críticas especiais à dianteira do modelo. Para piorar a vida da fabricante, os problemas relacionados ao utilitário-esportivo não se resumiram à questão estética.

Com a produção anunciada para iniciar em maio, o novo Cherokee atrasou um bocado: apenas em setembro as primeiras unidades foram fabricadas. Atualmente, pouco mais de 12 mil Cherokee foram feitos, porém, nenhum deles chegou às ruas.

A razão disso é que o câmbio automático de nove marchas utilizado no modelo e fabricado pela alemã ZF não “casou” bem com o modelo. A caixa de transmissão não se mostra capaz de se adaptar ao estilo de condução do motorista e as trocas acabam sendo ásperas.

Ainda não há previsão sobre quando a Chrysler conseguirá resolver esse problema. Quando isso ocorrer, os 12 mil carros com defeito devem receber uma atualização no software que gerencia o câmbio.

Anúncios